Domésticas das Filipinas são escravizadas em São Paulo

 

passaporte-visto-de-baba-filipina-resgatada-de-trabalho-escravo-em-sao-paulo-1501524568655_615x300

          Anúncio feito por agência filipina no Facebook para trabalho com visto no Brasil

Trabalhando por meses sem descanso e sem alimentação suficiente, imigrantes viviam em situação de trabalho escravo dentro de condomínio de alta renda. Continuar lendo

Anúncios

Trocar casa por trabalho doméstico: feminismo ou herança da escravidão?

 

afc6df0c-5a27-4422-b6f3-1a69390cd5c7

Mulher causa polêmica nas redes sociais ao anunciar trabalho de babá sem remuneração em troca de alimentação e moradia Continuar lendo

Resgate de doméstica em condição de trabalho escravo em Minas

arton157

Uma denúncia anônima recebida por procuradores do Trabalho de Minas Gerais permitiu o resgate, nessa segunda-feira (10), de uma empregada doméstica de 68 anos que trabalhava em condições análogas às de trabalho escravo na cidade de Rubim, no Vale do Jequitinhonha. Além de não pagar o salário da doméstica, a empregadora, de 50 anos, ainda usava o dinheiro da pensão que a trabalhadora recebia pela morte do marido e chegou a fazer três empréstimos consignados, num total de R$ 9 mil, em nome da empregada. Continuar lendo

Candidatos receberam de flagrados com trabalho escravo, diz estudo

chargeFMpicciani_(2)

 

Seis candidatos que disputam as eleições deste ano são donos, eles próprios ou sua família, de empreendimentos flagrados com trabalhadores em condições análogas às de escravos. Outros 61 são ou já foram financiados por empresas ou pessoas ligadas a esse tipo de exploração. Entre os presidenciáveis, está o candidato Aécio Neves. Continuar lendo

Release e materiais de divulgação Diálogos pela Liberdade

RELEASE: Press release Diálogos pela Liberdade

CARTAZ CONGRESSO: cartaz congresso

CARTAZ CINE-DIÁLOGOS: Cartaz Cine-diálogos Setembro

CARTAZ EXPOSIÇÃO: Cartaz Exposição

ADESIVOS: Adesivo Diálogos  |  adesivo diálogos 2

APRESENTAÇÃO: Apresentação – Conteúdo Diálogos pela Liberdade

CARTILHA: Cartilha Fique de olho – Diálogos

A Pastoral da Mulher no Dia Mundial contra o Tráfico de Seres Humanos

A Pastoral da Mulher de Belo Horizonte participou ontem, 30 de Julho de 2014, primeiro Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas, das ações da campanha Coração Azul, instituída pela ONU e coordenada em Minas Gerais pela Secretaria de Defesa Social.

A Praça Sete, no centro de Belo Horizonte, ficou iluminada de azul.  A ação faz parte da campanha e é uma das iniciativas do Programa de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas que articula com organizações do poder público e  outros grupos sociais o combate ativo às práticas relacionadas ao tráfico de pessoas.

Praça Sete – BH/MG

Alguns desses grupos, como a própria Pastoral da Mulher, o  Movimento Nacional de Direitos Humanos, a Rede Um Grito Pela Vida e a Jocum,  participaram ativamente deste ato público, realizando panfletagem nas Praça Sete , no coração do centro de BH. A  equipe distribuiu adesivos  e panfletos informando a população sobre os riscos do tráfico de seres humanos  e meios para fazer denúncias. Nosso objetivo foi chamar a atenção da comunidade e trazer esse tema para as ruas.

Equipe da Pastoral da Mulher de BH

Além de Belo Horizonte, participam da campanha Coração Azul, lançada pela ONU, outros monumentos nacionais, como o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e a estufa do Jardim Botânico, em Curitiba, dentre outros que também foram iluminados de azul.

“Lista suja” de empregadores que usam trabalho escravo – Julho/2014

Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) divulgou cadastro de empregadores flagrados explorando mão de obra análoga à escrava no país. No registro atualizado, foram incluídos 91 nomes de empregadores. Por outro lado, 48 empregadores foram excluídos do cadastro conhecido como “Lista Suja”, em cumprimento a requisitos administrativos.