Informação e troca de conhecimentos no primeiro dia do Congresso Diálogos pela Liberdade

Anúncios

Em setembro, Cine-Diálogos abrirá debate sobre o filme “Cinderelas, lobos e um príncipe encantado”

Programação do dia 04 de Setembro/2014

14:00 h –  Exibição do filme “Cinderelas, lobos e um príncipe encantado”

15:45 h – Debate com:

– Beth Campos(Comitê Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes em Minas);

– Betinho Duarte – Comitê Coração Azul de Minas Gerais;

– Ir.Manuela Rodriguez (Oblata), representando a Rede um Grito Pela Vida ;

– Laura Maria (Presidente da Associação das Prostitutas de Minas Gerais-Aprosmig).

*Será servido Coffee Break.

Título Original: Cinderelas, Lobos e um Príncipe Encantado

País de Origem: Brasil
Gênero: Documentário
Tempo de Duração: 108 min
Ano de Lançamento: 2010
Direção e roteiro: Joel Zito Araújo

Sinopse: Documentário que parte do fato que cerca de 900 mil pessoas por ano são traficadas pelas fronteiras internacionais para fins de exploração sexual. Entretanto, apesar de todos os perigos, jovens mulheres brasileiras acreditam que vão mudar de vida e sonham com o seu príncipe encantado. (Cinema em Cena)

Visitação à EXPOSIÇÃO MENINAS DO BRASIL – 2ª a 6ª feira, das 8 h às 22 ; aos sábados das 8 h às 12 h.

Aproveite para visitar a BANCA DE ARTESANATO DO PROJETO COMEÇAR DE NOVO

Pastoral da Mulher de BH é eleita para o Comitê Interinstitucional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas de MG (CIETP-MG)

???????????????????????????????

Na tarde desta quarta feira (16) , Lucinete Santos, da Pastoral da Mulher de BH ( Unidade Oblata em Minas Gerais) foi eleita para integrar o Comitê Interinstitucional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas de MG.

A história da Pastoral da Mulher de Belo Horizonte nestes últimos anos  tem forte relação com a promoção de ações e a construção das políticas públicas para a prevenção do tráfico de seres humanos . Boa mostra disso é o Projeto “Diálogos pela liberdade” implementado neste ano  pela nossa Entidade, com apoio do Ministério de Justiça e do UNODC para  levar informação à população, fomentando a área de conhecimento sobre direitos da mulher, sensibilização contra a violência e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, além de realizar ações de prevenção, debates e encontros para formar agentes multiplicadores.

Por esse motivo, a Pastoral apresentou sua candidatura para a seleção de representantes da Sociedade Civil Organizada, das Instituições de Ensino Superior e das Entidades Representativas de Classe para compor o Comitê Interinstitucional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (CIETP/MG), conforme previsto no Decreto Estadual nº 46.439, de 12 de fevereiro de 2014.

O Comitê é um espaço colegiado que tem a finalidade de articular ações governamentais de enfrentamento ao tráfico de pessoas por meio da conjunção de esforços do poder público e da sociedade civil nas diversas áreas relacionadas à temática do tráfico de pessoas, com o objetivo de implantar, executar, subsidiar, monitorar e avaliar as políticas públicas de enfrentamento ao tráfico de pessoas em todo o Estado. Essa políticas são relativas à prevenção, atenção àqueles em situação de tráfico de pessoas e aos seus familiares, bem como à repressão e responsabilização dos autores deste crime.

Cada instituição dispôs de 10 minutos para apresentar suas atividades e motivação para  a candidatura. Cinco entidades representativas da Sociedade Civil foram eleitas. Por número de votos foram as seguintes: Movimento Nacional de Direitos Humanos,  Pastoral da Mulher de BH, JOCUM,  Providência Nossa Senhora da Conceição e Centro Zamni do Serviço Jesuíta a Refugiados.

Como representante de Instituições de Ensino Superior foi eleita a Universidade Federal de Uberlândia – Centro de Referência em Violência e Segurança.

??????????????????????????????? ???????????????????????????????

Pastoral da Mulher recebe representante do Ministério de Justiça e UNODC

A Unidade Oblata em Minas Gerais (Pastoral da Mulher de Belo Horizonte) realiza ações de prevenção ao tráfico de pessoas por meio do projeto financiado pela  SNJ (Secretaria Nacional de Justiça) e pelo  UNODC (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime).

Nesta quarta-feira, 16 de julho, a Pastoral da Mulher recebeu uma visita técnica da Consultora da SNJ e UNODC, Elisangela Machado, para acompanhar o andamento das atividades programadas, que também integram o Projeto Diálogos pela Liberdade. Dentre os objetivos dessa visita, está a  orientação para a construção de produtos que possam gerar novos conhecimentos e métodos que possam ser replicados como aprendizagem qualificada na área da prevenção ao tráfico de pessoas.

A Equipe teve a oportunidade de partilhar informações e expor a missão e o trabalho da Pastoral na área de gênero, crescimento humano, promoção dos direitos humanos e da cidadania das mulheres em situação de prostituição, bem como relatou as últimas ações realizadas na área de prevenção e sensibilização sobre Tráfico de Seres Humanos. Uma nova visita da Consultora está prevista para o final de Setembro de 2014.

???????????????????????????????