XIII Encontro da Rede Oblata

21762166_279656292533452_5346882584481530695_n

De 11 a 14 de setembro, se realizou o Encontro de Formação da Rede Oblata Brasil. Os projetos de missão que atuam nos estados da Bahia, São Paulo e Minas Gerais se reuniram para debater e refletir sobre os direitos das mulheres que exercem a prostituição. Continuar lendo

Anúncios

V Encontro Nacional de Prostitutas – Maranhão

 

yfzwsuf[1]

São Luís vai sediar o 6º Encontro Nacional de Prostitutas entre 21 e 23 de setembro, no Convento das Mercês. Durante os três dias de realização do encontro serão debatidos diversos como a luta pelo reconhecimento de direitos trabalhistas, sexuais e melhores condições de vida e segurança para a profissão.

Duas integrantes das Filhas da Luta, grupo de mulheres de BH acompanhadas pelo Projeto Diálogos pela Liberdade estarão presentes nesse evento

Projeto Diálogos pela Liberdade defende os direitos humanos das mulheres que exercem a prostituição

Cerca de 3.000 mulheres exercem a prostituição nos hotéis da Zona Guaicurus. Anualmente, abordamos mais de 1.000 mulheres neste contexto, totalizando uma média de 5.500 demandas de atendimentos. Somos o Diálogos pela Liberdade, um projeto da Rede Oblata Brasil.

NOSSA MISSÃO é promover a cidadania e a autonomia das mulheres que exercem a prostituição, enfrentando o preconceito, a violência e a desigualdade de gênero.

Confira nosso vídeo institucional, produzido pela Conectidea – Comunicação e Articulação Social.

ABORDAGEM

Nós vamos ao encontro das mulheres por meio de visitas aos locais de prostituição. Levamos informação e as convidamos para o nosso espaço de acolhida, onde elas são recebidas e orientadas pela nossa equipe. Este é o primeiro passo de muitos que virão nesta caminhada.

Nossas ações visam despertar, fortalecer e empoderar. Para tornar isso possível, promovemos:

ATENDIMENTO PSICOLÓGICO

CAPACITAÇÃO

SAÚDE INTEGRAL

SENSIBILIZAÇÃO DA SOCIEDADE

Todos esses passos têm como destino a TRANSFORMAÇÃO SOCIAL. Isso é o que queremos como resultado do nosso trabalho. 

Créditos do vídeo:
Coodenação: José Manuel Uriol - Diálogos pela Liberdade
@dialogospelaliberdade

Produção executiva e Direção Criativa: 
Conectidea - Comunicação e Articulação Social
@conectidea

Roteiro: Nanda Soares

Animação e Ilustração:
Arlen Siqueira
Leonardo Moore

Locução: Rena Sucasas

Som: Flora Guerra
Maré Áudio Criativo

 

Debate sobre abolicionismo e descriminalização da prostituição

IMG_5054

Integrantes do Projeto Diálogos pela Liberdade participaram  ontem do Debate “Um século e meio de abolicionismo: prostituição, criminalização e o controle da mulher”  promovido pelo Coletivo Davida e o Observatório da Prostituição – UFRJ e que foi sediado pelo  Auditório do CRJ (Centro de referência da Juventude). Continuar lendo

Prostitutas discutem formas de romper o estigma e acessar direitos

20479509_1428634113879531_832933373163958591_n (1)

O Coletivo Davida e o Observatório da Prostituição – UFRJ promovem o ciclo de debates “Um século e meio de abolicionismo: prostituição, criminalização e o controle da mulher” por cinco cidades brasileiras: Florianópolis (3 de agosto), São Paulo (7 de agosto), Campinas (8 de agosto), Belo Horizonte (9 de agosto) e Rio de Janeiro (11 de agosto). Continuar lendo

Projeto Diálogos pela Liberdade marca presença na comemoração aos 11 anos da Lei Maria da Penha

IMG_5021

No dia 07/08/2017 alguns grupos de representação de mulheres de Belo Horizonte se reuniram na Praça Sete de Setembro em comemoração aos 11 anos da Lei Maria da Penha ( Lei nº 11.340/2006). A Lei foi sancionada em 7 de agosto de 2006, com o intuito de coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher. Continuar lendo

O Projeto Diálogos sensibilizando nas Escolas

20641241_1567002780011378_1869626433_o

As Irmãs Oblatas Evelyn e Priscilla, representantes do Projeto Diálogos pela Liberdade desenvolveram um trabalho de sensibilização a convite do professor Anselmo, de Formação Humana e Cristã do Colégio Magnum, quem  está realizando um projeto sobre prostituição com os alunos de 9º do ensino fundamental.   Continuar lendo

Domésticas das Filipinas são escravizadas em São Paulo

 

passaporte-visto-de-baba-filipina-resgatada-de-trabalho-escravo-em-sao-paulo-1501524568655_615x300

          Anúncio feito por agência filipina no Facebook para trabalho com visto no Brasil

Trabalhando por meses sem descanso e sem alimentação suficiente, imigrantes viviam em situação de trabalho escravo dentro de condomínio de alta renda. Continuar lendo