Assédio no metrô – Garota, não se deixe intimidar!

O Projeto Diálogos pela Liberdade produziu o vídeo-animação “Assédio no metrô”, que aborda a realidade vivenciada cotidianamente pelas mulheres.  Com a missão de promover a cidadania e a autonomia das mulheres que exercem a prostituição,  a proposta é trazer à tona violações de direitos comuns a todas as mulheres, mas que se agravam quando estas são desqualificadas como pessoas por conta de suas atividades, sendo ainda mais expostas à violência.

Quando se trata de uma garota de programa, o assédio, o sentido de poder e o abuso podem piorar, sendo caracterizados como algo normal. Depoimentos de mulheres atendidas pelo projeto demonstram que a violência passa a ser considerada pela sociedade como algo natural e resultado de seu papel social. Ou seja, a culpa é sempre da mulher que se colocou naquela situação e seus direitos humanos são deixados de lado.

Denúncias desconsideradas, direitos violados, ameaças e assédio fora do local de prostituição foram relatados. A produção do roteiro deste vídeo  tem como inspiração experiências e histórias das próprias mulheres atendidas pelo projeto. Com o objetivo de enfrentar o preconceito, a violência e a desigualdade de gênero, Diálogos pela Liberdade traz questionamentos e convida a refletir. A sensibilização não é algo fácil, assim como a vida dessas mulheres também não é. Faz-se necessário dialogar, denunciar e empoderar as mulheres para que possamos construir um mundo mais justo.

“Toda mulher tem o direito de não sofrer discriminação. Todo ser humano tem direitos, mas sabemos que esses não têm sido respeitados, que tem muita violação de direito no Brasil, e principalmente quando se trata de mulher. Por termos nascido num país machista e preconceituoso, a violação dos direitos humanos tem base em uma cultura hipócrita. Mas se a gente se calar, isso nunca vai mudar. Precisamos ter ousadia  e dizer: sou mulher e mereço respeito, sou uma cidadã e tenho direitos.” 

(Rosa Maria – Mulher atendida pelo

Projeto Diálogos pela Liberdade)

________________________

O projeto

O Projeto Diálogos pela Liberdade é uma iniciativa da Rede Oblata, que trabalha a problemática que afeta diretamente as mulheres que exercem a prostituição. O projeto visa conscientizar sobre o estigma sofrido pelas garotas de programa, trabalhalhando temas como desigualdade de gênero, empoderamento, cidadania, vulnerabilidade social e violações de direitos.

Ofere rodas de conversa, atendimento psicológico, terapias holísticas, cursos de capacitação, orientação e encaminhamento para redes socioassistenciais.

____________________________

VÍDEO
Coordenação: 
Diálogos pela Liberdade
Roteiro e Direção Criativa: 
Conectidea - Comunicação & Articulação social
Ilustração/Animação: 
estúdio Black Ink

Manifestação massiva em BH contra a reforma da Previdência

17264466_10202744167361582_1249205931387339839_n

O projeto de reforma  da Previdência Social enviado ao Congresso Nacional é um grave ataque aos direitos dos trabalhadores, especialmente das trabalhadoras. Ao propor a mesma idade de aposentadoria para homens e mulheres o que se propõe na verdade é acabar com mecanismo que visa compensar minimamente as mulheres pelas injustiças que sofrem ao longo de sua vida profissional. Continuar lendo

Projeto Oblata de BH firma parceria com Centro de Direitos Humanos dos Franciscanos

IMG_3559

A Equipe do Projeto Oblata Diálogos pela Liberdade e representantes   do Centro Franciscano de Defesa dos Direitos –CEFAD se reuniram na tarde de hoje (13) na nossa sede para definir uma parceria entre as duas instituições. Continuar lendo

Sucesso do Curso para novos voluntários

O curso “A  intervenção social na prostituição feminina”, promovido pelo Projeto Oblata Diálogos pela Liberdade   foi realizado os dias 9 e 10 de março com grande sucesso. Trinta seis pessoas participaram. Muitas eram profissionais ou estudantes  da área do Serviço Social e da Psicologia, outras ativistas e militantes feministas,  e também membros de  diferentes Congregações religiosas. Continuar lendo

Projeto oblata apresenta a realidade da prostituição aos alunos de Psicologia

 

 

IMG-20170307-WA0030

Dentro das comemorações da Semana da Mulher e dos eventos programados pelo Diretório Acadêmico da Faculdade de Psicologia da PUC Minas, o Projeto Oblata Diálogos pela Liberdade participou o dia 7 apresentando, em duas sessões(manhã e noite) ,  o Documentário “ O que a vida fez da gente e o que a gente fez da vida” . Continuar lendo

CURSO: A INTERVENÇÃO SOCIAL NA PROSTITUIÇÃO FEMININA

17021438_664489577068347_2163884926387628356_n

A proposta é aprofundar diferentes perspectivas, desde a realidade da prostituição e as possibilidades de intervenção social que potencializem as ações das mulheres na busca da efetivação de seus direitos, até a construção de possibilidades diversas de enfrentamento aos desafios impostos pela realidade que vivem.

Destinatários: Voluntários, candidatos a serem voluntários na nossa Entidade,  pessoas interessadas em conhecer a realidade da prostituição ou o trabalho de nosso Projeto Oblata. Estudantes, profissionais e integrantes de associações e instituições que trabalham com temas de gênero e/ou especialmente em áreas de intervenção em  prostituição e tráfico de seres humanos. Continuar lendo

O Projeto Oblata Diálogos pela Liberdade, novo integrante do Comitê Estadual de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas de MG

img_0317

O dia 23 de fevereiro aconteceu  a Cerimônia de posse dos novos membros do Comitê Estadual de Atenção ao Migrante, Refugiado e Apátrida, Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e Erradicação do Trabalho Escravo – Comitrate-MG. Continuar lendo